AAPOG se reúne com Secretário de Planejamento

A Associação dos Analistas de Planejamento, Orçamento e Gestão (AAPOG) reuniu-se no último dia 02 de janeiro com o secretário estadual de Planejamento e Gestão Frederico Amâncio para abrir a pauta de discussões deste ano. Entre os assuntos, o bônus institucional, os resultados das avaliações de desempenho realizadas no início de 2012 e a convocação dos remanescentes do último concurso público.

No tocante ao ingresso dos novos analistas, Amâncio informou que a previsão de entrada é março deste ano, mas não soube informar quantos aprovados deverão ser chamados e se haverá convocação integral dos 104 aprovados. Com a chegada dos servidores, abre-se a possibilidade de se realizar possíveis transferências de gerências. A AAPOG pontuou que, apesar de serem efetuadas de acordo com a necessidade e conveniência da Secretaria, é importante que sejam definidos critérios e que haja maior aderência entre os pedidos dos APOGs e as trocas que porventura venham ser feitas. A Associação colocou-se à disposição para ajudar na tarefa e solicitou que os analistas em exercício pudessem participar dos treinamentos que serão oferecidos aos novos analistas, o que foi recebido positivamente pelo Secretário.

Com relação ao bônus, o Secretário informou que irá informar-se junto à SAD sobre qual o status atual do processo, que já se encontra em atraso. Ao mesmo tempo, a AAPOG, junto com as demais associações, se ofereceu para elaborar uma minuta e entregar ao secretário até o dia 11 de janeiro.

Solicitou-se, também, que fosse dada ciência sobre os resultados da avaliação de desempenho do ano de 2012. Ao mesmo tempo, pediu-se que, para alinhamento das informações, fosse realizada a apresentação oficial dos critérios estabelecidos pela SAD para realização de tal avaliação. O Secretário comprometeu-se a informar o andamento da situação na próxima reunião, ainda sem data definida.

Quanto ao percentual de cessão para outras órgãos/secretarias, Frederico Amâncio informou que não vê necessidade de alteração no percentual de cessão dos APOGs. A AAPOG continuará insistindo junto a ele, haja vista que  foi dado um tratamento diferenciado a uma das três carreiras e, durante as negociações, foi alegado que não poderia acontecer.

Outro tópico abordado, não menos importante, foi a flexibilização do horário. O Secretário informou que irá se avaliar junto aos secretários executivos os possíveis impactos dessa mudança e a Associação entregará documento sugerindo um modelo de funcionamento da flexibilização, contemplando os motivos que embasem tal reivindicação.

Anúncios