Pernambuco comemora: Estado tem, pela primeira vez, zero registro de homicídios

ZERO HOMICÍDIOPernambuco viveu um dia histórico na última segunda-feira (29). Nenhum homicídio foi registrado em todo seu território naquele dia. O resultado deve-se à política de segurança do Governo de Pernambuco iniciada em Maio/2007, o Pacto pela Vida. É a primeira vez que isso ocorre desde janeiro de 2004, quando a administração passou a produzir estatísticas sobre a segurança pública. Depois da implantação do PPV, cerca de 5 mil pernambucanos deixaram de perder a vida, de acordo com a Secretaria de Defesa Social.

Esse resultado é tão significativo que Nova Iorque, nos Estados Unidos, iniciou a atenção diferenciada à segurança pública em 1990 e, apesar de possuir uma taxa de CVLI próxima a aceita pela ONU (10 por 100 mil hab.), somente conseguiu esse feito em 29 de novembro do ano passado.

Credencia-se o resultado às políticas integradas do Pacto pela Vida e a todos os homens e mulheres que tornaram esse momento possível, dentre eles, os integrantes das diversas organizações parceiras do programa e, de modo especial, aos servidores da Secretaria de Defesa Social (SDS), de seus órgãos operativos e da Secretaria de Planejamento e Gestão (SEPLAG).

No apoio às diversas ações realizadas pela SDS, está o Núcleo de Gestão por Resultados da  Secretaria de Defesa Social – NGR/SDS. Setor composto por Analistas de Planejamento, Orçamento e Gestão (APOGs) que diuturnamente realizam tratamento e consolidação de dados, elaboração de relatórios e desenvolvimento de análises que orientam os gestores da segurança pública em Pernambuco.

Um resultado como esse não se constrói de um dia para o outro, por isso o reconhecimento a todos que fizeram esse dia se tornar uma realidade precisa ser feito: aos Técnicos em Planejamento, Orçamento e Gestão Alexandre Sales, Anna Carolina Lima, Ariane Lamour, Filipe Vasconcelos, Maria Paula Florêncio, Marta Vasconcelos, Paulo Mesquita e Pablo; a Karla Vieira e Roberta Monteiro  e aos APOGs que já passaram pelo NGR/SDS: Andreia de Queiroz, Bernardo Chaves, Carolina Brito, Daniel Oliveira, Fabiano Mota, Fellipe Lima, Fernanda Ribeiro, Fernando Maia, Flávia Simões, Gabriel Navarro, Jedil Barbosa, Jorge Mendes, Juliana Mélo, Márcia Souza, Marcos Maggi, Marcos Vinicius, Maria Ângela Freitas, Severino Andrade, Tales Santos e Victor Lôbo.

Esse apoio pode ser observado em mensagem de autoria do Diretor das Especializadas da Polícia Civil, Dr. Joselito Amaral: ”O dia ZERO e o retorno ao patamar de 12% de redução é uma demonstração inequívoca, a todos nós da capacidade permanente de superação. Em nome dos que fazem a DIRESP – PCPE, agradeço o apoio irrestrito fundamental dos nossos superiores e dos colegas do Núcleo de Gestão da SDS. Nossos sinceros agradecimentos.”

Atualmente, os colaboradores são os APOGs: Adriana Oliveira, Adriano Barrote, Ana Luiza Albuquerque, André Luis, Emille Soares, Humberto Carbonell, Isabella Bargetzi, Ivo Carille, Jorge Rosário, Nathália Vieira, Pâmela Alves, Phillip César, Priscilla Oliveira, Roberto Jerônimo, Ryan Amorim, Sandra Moraes, Sandra Queiroz e Walter Magalhães, além de Bernardo D’Almeida, Erasmo Peixoto, Ana Maria Souza, Mariana Jordão e Vitor Pavesi.

Temos ciência que ainda há muito a fazer e os Analistas de Planejamento, Orçamento e Gestão da SEPLAG estão prontos para tornar Pernambuco um Estado cada vez melhor.

Anúncios

Pernambuco registra carnaval mais tranquilo dos últimos anos

image_galleryOs foliões pernambucanos estão de parabéns. Foi com essa frase que o Secretário de Defesa Social, Wilson Damázio iniciou a coletiva com a Imprensa, na tarde dessa quinta-feira (14), para divulgar o balanço do Carnaval. Este ano, nenhum homicídio foi registrado  em focos de animação. A redução no Estado dos Crimes Violentos Letais Intencionais – CVLI foi de  15,9% em relação ano  passado. Foram 53 pessoas assassinadas em Pernambuco contra 63 em 2012.

Para o secretário, o folião este ano foi às ruas com o objetivo de brincar e isso refletiu nos números positivos da redução da criminalidade.”Meu agradecimento especial a todos os policiais e bombeiros além dos 1.300  alunos, que durante o estágio supervisionado garantiram um carnaval tranquilo”.

A SDS também registrou redução nos Crimes Violentos Contra o Patrimônio – CVP. Neste ano foram registrados 304 casos contra 425  ano passado, representando redução de 28,5%. Recordes também foram alcançados nas apreensões de maconha, crack e loló.

Já os crimes contra a administração pública, que são desobediência, resistência, desacato e desordem; foram 284 este ano contra  227 ano passado representando redução de 25,1%. Os crimes relacionados com drogas registraram um total de 92, com um aumento de 48,4%.

Um aumento de 16,4% nos procedimentos realizados pela Polícia Civil (PC) totalizou 389, divididos entre Termos Circunstanciais de Ocorrência (TCO), Flagrantes e Boletim de Ocorrência (BOC). Ao todo, 782 pessoas foram conduzidas aos postos de comando da Polícia Militar (PM), resultando em um acréscimo de 17,2% no comparativo com o ano anterior.

O Corpo de Bombeiros registrou 954 procedimentos entre atendimento pré-hospitalar no trânsito e em agressões e emergência clínica – mau súbito representando uma redução de 11% em relação ao ano passado.

Serviços – Os diversos serviços colocados à disposição da população também foram fundamentais para manter a tranquilidade e comodidade durante os festejos de momo. A parceria com o Poder Judiciário e o Ministério Público através do Juizado do Folião também contribuiu para a redução dos números da criminalidade. Pelo sexto ano consecutivo a unidade do Tribunal de Justiça funcionou durante o desfile do Galo da Madrugada. Foram julgados 22 Termos Circunstanciados de Ocorrências – TCOs. Dezessete casos foram resolvidos no próprio juizado com aplicação de penas alternativas, sendo 12 prestações pecuniárias e cinco prestações de serviços. Os demais casos foram encaminhados para julgamento na Justiça Comum.

A Corregedoria Geral da SDS, assim como a Delegacia Pela Internet e a Gerência de Polícia Científica através dos seus institutos de Medicina Legal, Criminalística e de Identificação  assim como a Central de Videomonitoramento prestaram relevantes serviços à comunidade.

Participaram da coletiva o Secretário Executivo da SDS, Alessandro Carvalho, os comandantes gerais da Polícia Militar e Corpo de Bombeiros, coronéis Luis Aureliano e Casa Nova, o chefe da Polícia Civil Osvaldo Morais, o Corregedor Sidney Veras, o chefe da Gerência de Polícia Científica, Francisco Sarmento além do Secretário de Segurança Urbana da Prefeitura do Recife, Murilo Cavalcanti e a Coordenadora adjunta do Juizado dos Juizados Especiais Izabela Magalhães, dentre outras autoridades civis e militares.

Fonte: Site da Secretaria de Defesa Social