BID realiza estudo do Modelo de Gestão de Pernambuco

O Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) esteve na Secretaria de Planejamento e Gestão para conhecer melhor o premiado Modelo de Gestão pernambucano. O Modelo de Gestão integra a estratégia do governo do Estado às atividades de planejamento, orçamento, monitoramento e gestão por resultados.

Com o apoio do Instituto Publix, foram realizadas diversas entrevistas buscando entender melhor o modelo. As entrevistas não se restringiram somente ao âmbito da SEPLAG. Além do próprio Governador, foram consultadas também outras secretarias, parlamentares da situação e oposição, membros da academia e imprensa.

O resultado deste trabalho pode ser verificado através do link abaixo nas versões em português, espanhol e inglês.

Boa leitura.

http://publications.iadb.org/handle/11319/6435?locale-attribute=pt&locale-attribute=es&

 

Anúncios

Equipe de captação de recursos da Seplag recebe missões do BID e BIRD

Entre os dias 18 e 22 de fevereiro, a equipe de captação de recursos da SEPLAG recebeu representantes do Banco Mundial (BIRD) e Banco Interamericano (BID) em duas missões importantes para o Governo de Pernambuco. As missões tiveram como objetivo discutir os termos técnicos de duas Operações de Crédito em negociação: o Development Policy Loan II (DPL II), com o BIRD, e o Policy Based Loan (PBL), com o BID.

As Operações de Crédito apresentam características semelhantes, que consistem em financiamentos de Políticas Públicas com base em Indicadores de Resultados, apesar de Bancos distintos. Nessas modalidades, o Estado compromete-se com a continuidade da implementação de Políticas Públicas de diversos setores, pactuando metas para um conjunto de Indicadores de Resultados ligados a essas Políticas.

No DPL II, os temas envolvidos são: Desenvolvimento Econômico,  Educação e Qualificação Profissional, Inclusão Produtiva, Segurança Pública e Prevenção Social, Cuidados Primários e Especializados de Saúde e Fortalecimento do Modelo de Gestão. Já no PBL, as temáticas são: Estabilidade Macroeconômica e Sustentabilidade Fiscal, Gestão da Receita Pública, Gestão Financeira e Controle de Gastos Público e Gestão de Investimento Público e Promoção de Investimentos Privados.

Ambas as aperações estão em fase de finalização, tendo previsão de novas missões ainda nos meses de Março e Abril. A expectativa do Governo é que as Negociações formais, com a presença do Governo Federal, aconteçam ainda no primeiro semestre, para que os dois Contratos sejam assinados no início do segundo semestre. A receita proveniente dessas operações deverá ser utilizada no financiamento das ações prioritárias de investimento do governo, previstas no PPA, contribuindo significativamente para que o Governo consiga alcançar a meta de investir R$ 3,5 bilhões no exercício de 2013.