Escritório de Gerenciamento de Projetos da SEPLAG- PE vence Premio PMI-PE Melhores do Ano

O Escritório de Gerenciamento de Projetos (EGP), ligado à Secretaria de Gestão Estratégica da Secretaria de Planejamento e Gestão (SEPLAG-PE) analisa e monitora projetos do Estado, elaborando metodologias para o melhor gerenciamento dos mesmos. Atualmente, o EGP trabalha em 172 projetos, ligados a 10 Secretarias e órgãos do Estado. “Entre os projetos estão as Escolas Técnicas, a Adutora do Agreste, a Barragem de Serro Azul, acompanhamento das Obras do PAC executadas pelo Governo de Pernambuco, obras de mobilidade como os corredores de BRT e os Terminais de Integração. Também estamos atuando nas obras de abastecimento de água e esgotamento sanitário, infraestrutura e habitacional de Nova Vila Claudete, que vai atender 4mil famílias, com a entrega de 2mil unidades habitacionais no Cabo de Santo Agostinho”, revela Maria Teresa Lima, Gerente Geral de Monitoramento de Projetos.

img-20160726-wa0010

Um dos projetos desenvolvidos pelo EGP – a Escola Técnica Estadual de Paudalho –venceu o Prêmio Melhores do Ano 2016, do Project Management Institute em Pernambuco (PMI-PE), na categoria Melhor Projeto. De acordo com o Gestor Governamental de Planejamento, Orçamento e Gestão (GGPOG), Danyllo Almeida, que foi um dos responsáveis pelo projeto, a implantação de uma escola dessa magnitude representa um aumento da capacidade qualificação profissional para aproveitar um conjunto de oportunidades que vão continuar surgindo no Estado. Concorriam ao prêmio empresas privadas e públicas cujos projetos tenham sido realizados em Pernambuco.

A Escola Técnica de Paudalho está localizada em um terreno de 13.500,00 m² às margens da BR-408, com área construída de 5.659,29 m². A ETE conta com 12 salas de aula, biblioteca, auditório para 200 pessoas, oito laboratórios (química, física, matemática, biologia, entre outros) e quadra poliesportiva. Tem capacidade para atender 1280 alunos, oferecendo formação profissional nas áreas de Administração, Redes de Computadores (ambos integrados), e Técnico em Enfermagem e Análises Clínicas (ambos subsequentes).

Para e execução do projeto, foi necessário reunir diversas entidades. “Em termos de gestão, projetos dessa grandeza não saem do papel sem a ação de patrocinadores efetivamente engajados na consecução deles, possibilitando a inserção, no contexto do projeto, de diversas Secretarias de Governo (Educação, Planejamento, Administração, Meio Ambiente/CPRH),  Prefeituras de município, Contratadas e o Ministério da Educação, através do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação – FNDE.

Foram feitas diversas reuniões presenciais com boa parte desses agentes, muitas vezes com a presença do próprio Governador, possibilitando que todas as partes interessadas e as executoras tomassem decisões de forma mais estratégica e célere”, explica Danyllo. Segundo Danyllo, a ETE Paudalho foi gerenciada até a inauguração – em fevereiro de 2016, “a interação entre os diversos setores responsáveis e o relacionamento com as partes interessadas garantiram as entregas e os resultados esperados”, afirmou o gestor.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s