Secretaria de Educação lança Manual de Planejamento Orçamentário para 2014

 A Gerência Geral de Orçamento e Finanças da Secretaria de Educação (GGOF) reuniu, na tarde desta quinta-feira (22), secretários executivos e gerentes de todos os setores da secretaria para apresentação do Manual de Planejamento Orçamentário para o ano de 2014. A Secretaria de Planejamento e Gestão também participou do evento, sendo representada pela Analista de Planejamento, Orçamento e Gestão, Gabriela Souza, que na oportunidade, fez a abertura da cerimônia, destacando a importância de o orçamento retratar, de forma planejada, as ações da secretaria. Durante a reunião, foram expostos os procedimentos orientadores das atividades que serão desenvolvidas na área de planejamento e orçamento, todas integradas e alinhadas ao modelo de gestão adotado pelo Governo do Estado “Todos por Pernambuco”.

O modelo tem como foco adequar planejamento, orçamento e gestão, a fim de facilitar o desenvolvimento dos processos, assegurando a execução adequada da despesa, com foco na eficiência e efetividade no uso dos recursos públicos destinados à educação. “O planejamento é um instrumento formal que nos possibilita não apenas prever o que vamos fazer, mas, principalmente, prever o que será prioridade de forma organizada, sem atropelos”, argumentou o secretário Ricardo Dantas. A importância da união e do entendimento entre todos os que compõem a Secretaria de Educação foi destaque nas palavras do secretário. “Vamos dar uma cara única ao nosso planejamento”, frisou.

De acordo com a superintendente de Planejamento Orçamentário e Financeiro (SUPOF), orginalmente Analista de Planejamento, Orçamento e Gestão, Natália Vita,  além do orçamento, planejamento e gestão, outro ponto que deve ser trabalhado é o monitoramento. “Não adianta planejar se não tivermos um acompanhamento do que está sendo realizado. O constante monitoramento é a solução para todos os gargalos encontrados”, explicou a superintendente. Buscando uma maior eficiência na gestão orçamentária, cada gerência e secretaria executiva terá um prazo para elaborar seus orçamentos, de acordo com os programas e atividades desenvolvidos por cada uma dentro do teto dos valores previstos, facilitando assim, as realizações das ações cotidianas e extraordinárias.

Para a gerente geral de Orçamento, Finanças e Recursos Extraordinários (GGOF), Ângela Costa, o novo modelo ensina a valorizar os recursos, destacando o que é prioritário e economizando em gastos menos urgentes. “Planejar antes de agir. É dessa forma que poderemos aprimorar nosso trabalho nessa missão que é a educação. Estaremos todos engajados nesse objetivo”, declarou.

22.08.13_Reunião Planejamento_Cred.Alyne Pinheiro (84)22.08.13_Reunião Planejamento_Cred.Alyne Pinheiro (89)22.08.13_Reunião Planejamento_Cred.Alyne Pinheiro (85)22.08.13_Reunião Planejamento_Cred.Alyne Pinheiro (53)c

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s